Ronco e Apnéia do Sono

Apnéia é a parada da respiração por mais de 10 segundos, enquanto o ronco ocorre pela vibração dos tecidos moles da faringe e palato mole (porção mais posterior do “céu da boca”). As duas situações podem levar a uma obstrução da passagem de ar, diminuindo a quantidade de oxigênio que chega aos pulmões. Ao mesmo tempo em que a quantidade de oxigênio diminui, a de gás carbônico aumenta. O quadro descrito resulta em um sono de qualidade ruim, deixando o paciente cansado, sonolento e com dificuldade de concentração. Esta condição recebe o nome de Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS).

Respiração normal Respiração Normal
Respiração obstruída Respiração Obstruída

Enquanto acordado o paciente não consegue perceber suas dificuldades respiratórias. Para o diagnóstico da Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono o paciente precisa procurar um profissional de saúde (cirurgião oral e maxilofacial ou otorrinolaringologista) que irá solicitar uma série de exames para avaliar a condição do paciente. Uma vez diagnosticada a apnéia do sono as opções de tratamento variam desde tratamentos conservadores com placas oclusais (dispositivo parecido com um aparelho ortodôntico móvel), até intervenções cirúrgicas visando facilitar a passagem de ar para os pulmões.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player