Implante Dentário

Implante dentário Implante Dentário

Implantes dentários são feitos para substituir dentes que foram perdidos. O tratamento consiste na instalação de um ou mais parafusos dentro do osso, no lugar do(s) dente(s) perdido(s). Este parafuso é feito de um metal especial chamado Titânio. A principal característica deste metal para a odontologia é sua capacidade de integrar-se ao osso, o que é denominado osseointegração. Sendo assim, o implante dentário funciona como a raiz de um dente natural.

Dente (raiz e coroa) x implante (parafuso e coroa) Dente (Raiz e Coroa) x Implante ( Parafuso e Coroa )

Após a colocação do implante dentro do osso é confeccionada uma prótese que se encaixa no implante. O tempo de espera entre a cirurgia para instalação do implante e a confecção da prótese varia de caso para caso, mas em geral gira em torno de 3 a 6 meses. Durante este período o implante fica coberto por gengiva. Decorrido este período uma pequena cirurgia é feita para expor o implante, de modo que uma prótese possa ser confeccionada sobre ele. Em alguns casos é possível adaptar a coroa ao implante no mesmo momento em que ele é inserido no osso, o que é chamado de implante com carga imediata. Implante imediato refere-se ao implante que é instalado imediatamente após a extração de um dente.

Seqüência de tratamento Sequência de Tratamento

Pacientes que usam próteses totais (dentadura) podem ser muito beneficiados com a colocação de implantes. Próteses totais inferiores dificilmente ficam bem adaptadas na boca em virtude da pouca área de contato existente na arcada inferior, o que resulta em uma estabilidade ruim. Os implantes dentários permitem a confecção de próteses que se encaixam nestes implantes proporcionando ótima retenção à prótese. Isto dá mais conforto ao paciente que usa uma prótese total, e o livra de embaraços sociais proporcionando-lhe maior auto-estima e devolvendo-lhe o prazer de sorrir, sem medo de que a prótese caia.

Opções de próteses totais inferiores implantossuportadasOpções de Próteses Totais Inferiores Implantossuportadas

Para ter maior taxa de sucesso o implante deve estar cercado por osso de boa qualidade e em boa quantidade. Quando há pouca quantidade, enxertos ósseos devem ser realizados antes da instalação de implantes (em geral 6meses antes). Em relação à qualidade, quanto menos poros o osso possuir, melhor será para a osseointegração do implante, e mais favorável será o caso. O maxilar superior possui osso mais poroso que o maxilar inferior (mandíbula). Por isso a mandíbula, principalmente sua porção anterior, é um excelente local para a instalação de implantes.

Osso mais denso -----------------> Osso mais poroso Comparação de Tipos Ósseos

O tratamento com implantes dentários é muitas vezes realizado por mais de um profissional da área da odontologia. O protesista é o dentista responsável pelo planejamento do caso e pela confecção da prótese que será suportada pelo implante. A parte cirúrgica é realizada pelo cirurgião oral e maxilofacial, que irá avaliar dentre outras coisas, se o osso do paciente tem condições de receber um implante, qual a melhor posição para a instalação do implante, e se serão necessários enxertos ósseos antes da cirurgia para colocação dos implantes.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player