Cirurgia Pré-Protética

Cirurgia pré-protética é aquela realizada com o objetivo de facilitar a adaptação, retenção e manutenção de uma prótese dentro da boca. Esta prótese pode ser uma prótese fixa ou removível, parcial ou total. Durante a cirurgia osso e tecido mole (gengiva e músculos) são manipulados de modo que a instalação da futura prótese ocorra sem interferências. Alguns exemplos de cirurgia pré-protética incluem os implantes dentários, enxertos ósseos, reposicionamento de nervo, aprofundamento de vestíbulo, melhora do contorno ósseo, e remoção de tecidos em excesso, tanto de osso como de tecido mole.

Reabsorção óssea após perda dentária Reabsorção Óssea Após Perda Dentária

Com a perda de dentes e com o avanço da idade, os ossos maxilares (ossos que sustentam dentes e/ou próteses) são perdidos por um processo chamado reabsorção óssea . No entanto, esses ossos são fundamentais para a construção de uma prótese confortável para o paciente. Visando restabelecer a quantidade de osso necessária para a confecção de uma prótese estética e funcional, muitas vezes é necessária a realização de um enxerto ósseo.

Enxerto cortical Enxerto Cortical
Levantamento de seio maxilar Levantamento de Seio Maxilar

Enxerto ósseo é a colocação de um material junto ao osso, o qual com o tempo (em geral 6 meses) incorporar-se-á a este osso. A melhor opção é usar osso do próprio paciente. Geralmente este osso é retirado dos ossos maxilares, mas quando há necessidade de grande quantidade de osso, os ossos do quadril são uma excelente alternativa. Outras opções incluem ossos de outros indivíduos, de outros animais, ou biomateriais.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player